Hospital da Criança recebe Certificação em Excelência por Qualidade de Serviços Prestados

O Hospital Estadual da Criança recebeu, nesta semana (14.12), o certificado em excelência de acreditação hospitalar emitido pela Organização Nacional de Acreditação – ONA, que avalia a qualidade dos serviços prestados, identificando antecipadamente possíveis riscos para o paciente. A acreditação hospitalar é um processo de avaliação externa, de caráter voluntário.

– É gratificante trabalhar em uma instituição que entrega qualidade à saúde pública do estado do Rio e que em tão pouco tempo se tornou referência para essa população – destacou o diretor de Qualidade do Hospital Estadual da Criança, Lúcio Abreu.

Durante o processo de avaliação, foram realizadas várias visitas de certificação, onde avaliadores credenciados analisaram os processos institucionais do HEC, assim como critérios de qualidade, segurança e humanização. Vale destacar que o hospital já possuía o certificado da ONA nível 01.

A certificação máxima de excelência, recebida agora, está restrita a poucas instituições do cenário nacional, tanto público como privado. De março de 2013 a novembro de 2015, foram feitas 43.493 consultas no Hospital estadual da Criança e 14.256 cirurgias.

O que é a ONA - Tem por objetivo geral promover a implantação de um processo permanente de avaliação e de certificação da qualidade dos serviços de saúde, permitindo o aprimoramento contínuo da atenção, de forma a melhorar a qualidade da assistência, em todas as organizações prestadoras de serviços de saúde do País. Os níveis de maturidade organizacional são divididos em:

Acreditado – Nível 1

Acreditado Pleno – Nível 2

Acredita com Excelência – Nível 3

A unidade – Inaugurado em março de 2013, Hospital Estadual da Criança é a primeira unidade do Rio de Janeiro voltada para atendimento pediátrico referenciado, para pacientes de zero a 19 anos. O hospital realiza cirurgias de média e alta complexidade – tendo realizado mais de 13 mil cirurgias desde a inauguração, além do tratamento do câncer, e 40 mil consultas ambulatoriais. A unidade conta com 57 leitos individuais, 10 de UTI neonatal, 10 de UTI pediátrica e 10 poltronas de quimioterapia, exames de ultrassonografia, tomografia computadorizada, ecocardiografia, raios x, endoscopia, colonoscopia, broncoscopia, serviços de fisioterapia motora e respiratória, terapia ocupacional e apoio psicológico/social aos pacientes e familiares.